21/12/2016

Até quando aceitaremos a erotização/sensualização de nossas crianças e adolescentes?

E aí, nós vamos PARAR com a SENSUALIZAÇÃO/EROTIZAÇÃO de nossas CRIANÇAS e ADOLESCENTES ou como vai ser???
A sociedade continuará COVARDEMENTE tirando a pureza e a inocência dos menores ou nós iremos conseguir mudar essa POUCA VERGONHA???
Será que existe uma LUZ no fim do túnel? Ou continuaremos criando seres sem valor próprio, emocional e intelectual? Até quando ROUBAREMOS a INFÂNCIA deles? Até quando serão criandos seres que crescem aprendendo que o seu corpo é o que têm de maior valor para oferecer?
Nós vamos continuar vivendo numa sociedade IRRESPONSÁVEL, onde a LIBERTINAGEM sexual tem trazido, cada vez mais, uma avalanche de gravidezes indesejadas? Ou será que voltaremos a "ser humanos" civilizados e racionais?
É tempo de reflexão. Aproveitemos o fim de ano para refletir e trazer mudanças nesse 2017.

Veja o que disse o promotor Eduardo Dias de Souza Ferreira:
“São crianças e adolescentes cantando e desempenhando coreografias inadequadas para suas faixas etárias, em especial pelo forte conteúdo erótico e de apelo sexual”.

Lei a matéria da Revista Galileu:

A NOVINHA É APENAS UMA CRIANÇA
Graças a uma série de casos de grande repercussão, o fenômeno da erotização de meninas começa a ser problematizado pela ciência


Era para ser mais um dia de passeio na praia com a família. Kelli percebeu que dois rapazes olhavam para o seu corpo e ficou incomodada, mas não se sentiu em condições de protestar. Ela então saiu da orla para acompanhar a tia nas compras e, quando as duas entraram na fila do caixa, deram de cara com os dois sujeitos da praia. Um deles estava com uma câmera. “Não era pra eu perceber que ele estava tirando fotos, mas eu notei”, lembra. “Comecei a me perguntar por que caras de 20 e poucos anos estavam tirando fotos de mim. Percebi que tinha algo errado ali.” Kelli tinha 11 anos.

Os assédios não pararam por ali. Entre os 13 e os 14, ela ouviu muitas cantadas e comentários de cunho sexual pela rua. “Comecei a usar bermudão, camisa masculina e o cabelo preso. Só andava com homens porque entre eles conseguia me camuflar”, conta. Hoje com 18 anos, diz que episódios como o da praia ainda são comuns.

Nos últimos meses, as histórias de uma aspirante a miss de 13 anos, de uma cozinheira de 12 e de uma funkeira de 9 trouxeram à tona as diversas formas pelas quais crianças são hipersexualizadas e causaram a ira de coletivos feministas, que debatem os problemas que esse comportamento traz para o desenvolvimento dessas meninas.

Um levantamento do site Pornhub mostra que “teen” (adolescente, em inglês) é um dos termos mais procurados do em pornografia na internet. Fora das telas versões menores das roupas de adultas são fabricadas para meninas pequenas que, antes mesmo de desenvolverem sua identidade, entendem que só têm valor se corresponderem a padrões de beleza e sensualidade. Como consequência, a autoestima delas diminui, ao passo que o número de assédios — o primeiro ocorre, em média, aos 9,7 anos, segundo o coletivo Think Olga — e de abusos sexuais.

Por muito tempo, a erotização de crianças foi vista como normal. Cercado de câmeras no Big Brother Basil 16, o participante Laércio de Moura, 53, não se constrangeu em dizer que preferia se relacionar com meninas mais jovens, "na faixa dos 17, 18 e 20 anos". Nas redes sociais, ele também já tinha dito que era "efebófilo", alguém que sente atração sexual por adolescentes. Fora da casa, porém, a repercussão da fala levou a uma investigação e, em maio, ele foi preso acusado de estupro de vulnerável.

Mas o episódio é exceção no país. Foi só recentemente que o assunto começou a ser pesquisado e problematizado. E um dos primeiros casos a chamar a atenção foi o de um concurso de beleza infantojuvenil que gerou revolta na internet.

Há 30 anos o Clube Esportivo da Penha, de São Paulo, realiza o concurso Garota Verão para premiar as sócias com idades entre 13 e 17 anos consideradas as mais bonitas do clube. A cerimônia acontece em meados de fevereiro. De bíquini, com os cabelos arrumados e rostos maquiados, as participantes desfilam por um tapete vermelho em frente a uma bancada de jurados e centenas de sócios.

No início deste ano, fotos das participantes na borda da piscina foram publicadas na página do Facebook do clube. Uma das imagens exibe uma candidata de 13 anos. “Loiríssima, olhos lindos, chegou para apimentar um pouco mais o concurso”, diz a descrição da foto. Em questão de horas, a publicação estava cheia de comentários acusando o clube de sexualizar a menina. “Gente, mas são 13 anos! Apimentar? Ela não tem idade para apimentar nada!”, escreveu um usuário.

Procurada pela reportagem, a diretoria do clube afirmou que a descrição “pode ter sido mal colocada, mas foi uma brincadeira interna”. Depois do ocorrido, a postagem em questão, bem como todas as fotos das participantes, foi deletada da página do clube no Facebook. Mas internautas já haviam registrado imagens do post e repassado pela internet, questionando a necessidade de haver um concurso desse tipo para meninas de 13 a 17 anos. O evento acontece há três décadas, mas a edição deste ano foi a primeira em que se atentou para as questões da idade e da sexualização precoce das participantes. Boa parcela desse movimento tem relação direta com a campanha #primeiroassédio, do coletivo Think Olga, que reuniu nas redes sociais milhares de histórias de mulheres que foram assediadas quando crianças. Mas parte da explicação também passa pela nossa relação com a infância, que já não é a mesma de alguns anos atrás.

Coisa de criança

Em História Social da Criança da Família, o historiador francês Philippe Ariès explica que, na Idade Média, não existia o conceito da infância: as crianças eram vistas como pequenos adultos. Para o pesquisador, a noção de infância surge na Idade Moderna, quando meninos e meninas começam a ser insderidos no espaço da família. Mas é só a partir do século 20 que a sociedade passa a se preocupar de fato com o bem-estar e os direitos da criança. No Brasil, por exemplo, o conjunto de normas que têm como objetivo garantir esses direitos, o Estatuto da Criança e do Adolescente, só foi criado em 1990.

A forma como elementos culturais influenciam essa construção não passou despercebida para os pesquisadores. Para a especialista em representação da mulher na mídia Meenakshi Gigi Durham, da Universidade de Iowa (EUA), a publicação do livro Lolita, de Vladimir Nabokov, em 1955, criou no imaginário cultural a imagem da menina precoce e sedutora — uma ideia que permanece no inconsciente coletivo até hoje.

No romance, Nabokov conta a história do professor Humbert Humbert, que desenvolve relações sexuais com sua enteada, Dolores, de 12 anos, por quem é obcecado. Na perspectiva do protagonista, a garota — conhecida pelos familiares como Lo e pelo padrasto como Lolita — é uma ninfeta. “Entre os 9 e 14 anos de idade, ocorrem donzelas que, a certos viajantes enfeitiçados, duas ou muitas vezes mais velhos do que elas, revelam sua verdadeira natureza que não é humana, mas nínfica (isto é, demoníaca); e essas criaturas predestinadas proponho designar como ‘ninfetas’”, explica o professor no livro. No dicionário, é definida como ninfeta uma “menina jovem ou adolescente cujo comportamento ou pensamento estão direcionados para o sexo; menina que incita o desejo sexual”.

Mas essa é a visão que Humbert, um homem com o triplo de idade da enteada, tem da garota. “O crime de Humbert é o de forçá-la a agir contra a sua natureza — forçar uma criança a saltar através dos arcos da feminilidade adulta, insultando e degradando sua essência infantil”, afirma o escrito britânico Martin Amis no posfácio de Lolita (Editora Alfaguara, 2011).

“Ela é vista pelos olhos do predador como uma sedutora disposta a participar de atos sexuais, que é como predadores sempre veem as vítimas infantis. E claro, é um mito sobre o qual eles sonham a ponto de usá-lo para justificar suas ações”, explica Durham. Autora do livro The Lolita Effect: The Media Sexualization of Young Girls and What We Can Do About It (Efeito Lolita: A Sexualização de Jovens Garotas e o que Podemos Fazer Sobre Isso, em tradução livre), a pesquisadora afirma que é um equívoco enorme acusar as meninas de apresentar um comportamento visto como sensual. “Existe muita conversa sobre garotas que usam roupas sensuais e se engajam em atividades sexuais desde muito novas, e o discurso tende a culpar as meninas por tudo isso”, ressalta Durham. “Mas elas simplesmente estão reagindo a um marketing e a uma mídia agressivos que empurram na direção delas mitos de sexualização em vez de ajudá-las a entender seus próprios corpos em desenvolvimento de maneira apropriada e correta."

Parece gente grande

Em abril de 2015, o Ministério Público de São Paulo abriu um inquérito para investigar o teor de músicas e coreografias de funkeiros mirins. “São crianças e adolescentes cantando e desempenhando coreografias inadequadas para suas faixas etárias, em especial pelo forte conteúdo erótico e de apelo sexual”, disse o promotor Eduardo Dias de Souza Ferreira na época.

Uma das crianças investigadas foi Gabriela Abreu, mais conhecida como MC Melody, então com 8 anos de idade. A funkeira mirim começou a ganhar atenção na internet após a viralização de um vídeo em ela aparece fazendo a coreografia altamente erotizada da música “Quadradinho de Oito”, do grupo Bonde das Maravilhas. Naquele mesmo ano, o MP fez com que MC Belinho, pai e empresário da menina, assinasse um termo de ajustamento de conduta, compromentendo-se a cumprir uma série de medidas para garantir o bem-estar da filha, entre elas a retirada de expressões de conotação pornográfica de suas músicas e a garantia de que ela usaria roupas adequadas para sua idade. Uma das maiores acusações na época do processo era a de que MC Belinho estaria explorando a imagem da filha para lucrar. Procurado pela reportagem, o funkeiro até concordou em conversar, mas com uma condição: o pagamento antecipado de R$ 2 mil (a repórter declinou da oferta).

Passado um ano desde a abertura do inquérito do Ministério Público, Melody — atualmente com 9 anos — continua fazendo aparições na mídia. Em programas de auditório, costuma se apresentar como uma versão pequena de uma adulta. Para um quadro do programa Pânico na Band, a menina reproduziu o clipe de “Bang”, de Anitta, em que, caracterizada como a cantora de 23 anos, rebola e joga os cabelos para os lados, fazendo a coreografia acompanhada de duas dançarinas adultas.

Para os acadêmicos, essa contradição entre a busca pela garantia da inocência da infância e a erotização precoce tem nome: pedofilização. O termo foi cunhado pela pesquisadora Jane Felipe de Souza, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). “Ao mesmo tempo que a nossa sociedade faz leis para proteger a infância e a adolescência, também coloca os corpos infantis dentro da perspectiva de espetacularização desses corpos e da sexualidade”, explica Souza.

De acordo com ela, existem roteiros sociais que definem o que é o ideal de cada gênero antes mesmo que as crianças nasçam. Espera-se que o bebê seja durão se for menino e delicado se for menina. E as expectativas não ficam só no plano do discurso e das ideias: produtos desenvolvidos para crianças nas mais tenras idades já reproduzem esses valores.

Na pesquisa Que linda, parece gente grande — Construção de um ideal de feminilidade na infância, a pedagoga Annelise Ribeiro, também da UFRGS, conta que, ao anunciar que estava grávida de uma menina, amigos e parentes começaram a lhe enviar imagens de roupas infantis femininas. Ela logo reparou que a erotização precoce era constante nas roupinhas e acessórios para bebês do sexo feminino.Com base na análise dos catálogos de duas lojas virtuais, a pedagoga constatou a presença de transparências, ombros de fora, costas nuas e o uso de tecidos como cetim, tafetá e malhas apertadas na maioria das peças.

Em muitas das imagens estudadas por Ribeiro, as meninas aparecem como miniaturas de mulheres adultas. Segundo ela, a adultização da infância é um fenômeno do nosso tempo. “Vestir e produzir uma criança como adulto é privá-la de vivenciar situações fundamentais para o seu desenvolvimento, como a liberdade de correr, saltar, pular. Para isso, é preciso que ela use roupas que possam facilitar tais movimentos”, escreve Ribeiro. “Pulando fases, a criança não amadurecerá psiquicamente o suficiente para lidar com as transformações que virão até alcançar a vida adulta.”

Essas características não são privilégio da moda comercial. Em 2006, a doutora em Educação Dinah Quesada percebeu que os uniformes de algumas escolas também erotizam precocemente as crianças, principalmente as meninas. Na ocasião, ela trabalhava em uma escola da rede privada de Porto Alegre que oferecia versões diferentes do mesmo uniforme para meninos e meninas. “Desde a educação infantil já existia a possibilidade do investimento no corpo por meio dos uniformes, aspecto que se aprofundava no Ensino Fundamental”, diz Quesada. “Para os meninos, os ideários de masculinidade eram reproduzir o corte de cabelo da época e, se possível, usar algum acessório relacionado ao esporte. Mas esse investimento era muito mais forte nas meninas. Inclusive, o número de peças de uniforme era maior para elas.”

Para as meninas, o uniforme unissex e as camisetas eram consideradas “roupas de menino”. Por isso, elas preferiam peças mais apertadas, como calça legging e blusas baby look. Além disso, as alunas de Quesada se envolviam com outros aspectos da aparência. “Elas não só escolhiam as peças como usavam maquiagem, faziam a unha, queriam arrumar o cabelo”, afirma. Como aponta ela em sua pesquisa, quando apareciam arrumadas, as meninas eram elogiadas pelos meninos e, por vezes, até por pais e professores; quando não o faziam, eram consideradas desleixadas.

O oposto também ocorre. No Colégio Anchieta, também de Porto Alegre, a partir do 8º ano os estudantes podem usar as roupas que quiserem — em partes: se as meninas usam shorts, são convidadas a se retirar da sala de aula; se os meninos vestem bermudas e chinelos, nada acontece. “A justificativa da escola é que o uso do shorts está proibido porque pode causar acidentes e prende a atenção dos alunos e professores. Parece que é mais importante que os meninos aprendam as matérias do que as meninas”, reclama a estudante Júlia Martins, do 2º colegial.

No fim de fevereiro, Martins e suas colegas criaram o movimento "Vai ter shortinho sim". Elas criaram um abaixo-assinado para ser entregue à diretoria. “Em vez de humilhar meninas por usar shorts em climas quentes, ensine estudantes e professores homens a não sexualizar partes normais do corpo feminino”, dizia o documento. O objetivo era conseguir cem assinaturas — elas conseguiram mais de 25 mil. Mas também tiveram de lidar com críticas que dificilmente poderiam ser classificadas como construtivas. "Já que é para ficar sem dignidade nenhuma, por que vocês não vão nuas?", dizia um comentário na página que as meninas criaram no Facebook. No final, a diretoria não liberou o uso de shorts, mas Martins não vê o episódio como de todo ruim: estudantes de colégios de todo o Brasil se inspiraram no movimento e algumas até conseguiram a permissão para usar a peça na escola. “Foi bom porque demos coragem para as pessoas. Contribuímos para que elas vissem que isso é um direito delas."

Contudo, o Efeito Lolita também opera por contradições. Enquanto Martins e as amigas eram criticadas defender o uso de shorts, a cantora Maísa Silva, de 13 anos, era acusada de ser “ser infantil demais”. Quando lançou o clipe da música “Cabelo”, em que aparece brincando e dançando com as amigas, a jovem recebeu uma enxurrada de comentários que diziam que ela não era sensual o suficiente. “Acontece que eu tenho 13 anos, ainda não sou mulher e nem quero ser uma com essa idade”, desabafou a apresentadora do SBT em suas redes sociais. “Sou uma pré-adolescente e me comporto como menina, pois conservo minha alma de criança.”

A hipersexualização de garotas novas é perceptível principalmente por meio da pornografia. Um levantamento realizado pelo Pornhub, um dos maiores sites de conteúdo adulto do mundo, revela que “novinha” e “teen” (adolescente, em inglês) são dois dos termos mais procurados no Brasil e no mundo, respectivamente. Variações da busca por corpos infantojuvenis também ocorrem em outros países: um dos termos mais buscados na França é “etudiante française” (estudante francesa); nas Filipinas, “pinay teen” (adolescente filipina) e na Argentina, jovencitas argentinas (jovens argentinas).

Ao digitar o termo “teen” no Pornhub, mais de 290 mil vídeos aparecem. Muitos deles estrelados por adolescentes e jovens mulheres. Em Miami, nos Estados Unidos, existe toda uma estrutura pronta para recrutar meninas recém-saídas do colegial, entre 18 a 20 anos, para serem atrizes de filmes pornô amadores.

O documentário Hot Girls Wanted, dirigido por Jill Bauer e Ronna Gradus, acompanha os passos de algumas meninas que querem tentar fazer carreira na indústria pornográfica. O resultado é devastador: as moças tendem a permanecer, no máximo, três meses nos sets de filmagem; para ficarem por mais tempo, optam por gravar os tipos de cenas mais degradantes que, consequentemente, são as que pagam valores mais altos de cachê.

Em uma das cenas nos bastidores de uma gravação, o diretor instrui a atriz Rachel Bernard a não reagir quando o ator mais velho com quem contracena investir sobre ela. “É como se você nunca realmente tivesse consentido, entende?”, explica. “Nossa, me sinto todo predador”, afirma o ator. Bernard só se manifesta quando fica a sós com os documentaristas: “Eu odiei tudo aquilo. Não tem nada de sensual no que fizemos”, confessa, nervosa.

A partir da busca por “teen” em sites de pornografia é possível ainda encontrar vídeos de atrizes adultas utilizando roupas e acessórios infantis e juvenis. Entre os resultados há desde mulheres agindo de forma inocente em uniformes colegiais até outras usando chupeta e imitando o comportamento de bebês.

No artigo “Poder, Mickey Mouse e a Infantilização de Mulheres”, a socióloga Lisa Wade, do Occidental College (EUA), afirma que vivemos numa cultura imperativa na qual as mulheres têm que incorporar tanto a sensualidade quanto a fofura. “A sexualização de meninas e a infantilização de mulheres adultas são dois lados da mesma moeda. Ambos nos dizem que deveríamos achar a juventude, a inexperiência e a ingenuidade sensuais nas mulheres”, escreve.

Um estudo realizado por psicólogos da Universidade do Texas em Austin, nos Estados Unidos, sugere que quanto mais as meninas são expostas à imagens sexualizadas de mulheres na mídia, mais acreditam que precisam ser sensuais para conseguirem ser valorizadas. Ao analisar o comportamento de meninas com idades entre 10 e 15 anos, os pesquisadores descobriram ainda que o contato com a hipersexualização faz com que as jovens tenham baixa autoestima, principalmente no que diz respeito aos seus próprios corpos.

Nada de fiu fiu

Quando o primeiro episódio da versão brasileira do MasterChef Jr. foi ao ar, a internet entrou em polvorosa. Não só porque o reality show é um dos mais assistidos em duas telas — em que se acompanha pela televisão e pelas redes sociais —, mas pela repercussão que teve online. Percebeu-se que vários dos comentários sobre o programa eram relacionados com uma participante de 12 anos. Ou melhor, com a aparência dela. “Sobre essa participante: se tiver consenso, é pedofilia?”, escreveu um dos usuários.

O coletivo feminista Think Olga prontamente se posicionou contra esses comentários, reforçando o fato de a participante ser uma criança. Assim nasceu a campanha #primeiroassédio, em que as mulheres foram incentivadas a compartilhar a história da primeira vez em que foram vítimas de assédio. “Queríamos mostrar o quanto o assédio é comum, e a reação que isso gerou só comprova que tínhamos razão: foram 82 mil tweets mencionando a campanha em quatro dias. Ficamos impressionadas com a quantidade de compartilhamentos, mas não surpresas”, revela Luíse Bello, gerente de conteúdo do Think Olga. “O assédio é extremamente comum e normatizado, e ainda é uma conversa muito recente no Brasil e no mundo.”

Entre os compartilhamentos é possível encontrar casos que retratam diferentes tipos de assédio. Há a história da mulher que, quando tinha 7 anos, percebeu que um homem se masturbava enquanto a assistia brincar na rua com as amigas; a da mulher que, aos 5 anos, sofreu um assédio tão sério que não conseguiu nem escrever sobre o que se passou sem passar mal; e há o caso de Kelli, a moça do início desta matéria que, até a campanha do Think Olga, nunca tinha comentado sobre o ocorrido com ninguém. “Eu quis mostrar o que aconteceu comigo; todas nós passamos por esse tipo de coisa e a gente tem que divulgar esses casos. A erotização do corpo das meninas existe e é um absurdo”, diz. “Quando as mulheres começaram a ver que tinha muita gente compartilhando histórias de assédio e abuso na infância, perceberam que a culpa não era delas e que não eram as únicas que passaram por situações como aquelas”, explica Isadora Cabral, que atualmente desenvolve uma pesquisa sobre gênero, sexualidade e ciberativismo na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Cabral acredita que os efeitos da campanha, a primeira de vários movimentos de grande repercussão voltados para os direitos da menina e da mulher nos últimos meses, não é de curto prazo. “O poder da internet é muito grande. Quando veem essas movimentações nas redes sociais, muitas meninas novas começam a pensar sobre suas próprias experiências. Isso não só cria uma nova leva de meninas mais conscientes sobre seus direitos como gera discussões e leva os movimentos para fora da internet”, explica. Esse é o melhor caminho para que outras Kellis, Júlias e Maísas aprendam a resistir à pressão criada sobre elas e entendam que suas próprias vozes são a melhor e mais potente forma de romper esse ciclo.

*Com edição de Cristine Kist

Fonte: http://revistagalileu.globo.com/Revista/noticia/2016/05/novinha-e-apenas-uma-crianca.html?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=post

18/12/2016

Uma conversa franca com os casais - Pr Hernandes Dias Lopes

Aqui estão duas pregações excelentes do Pr. Hernandes sobre Casamento.
Ele dá conselhos sobre convivência, respeito, linguagens do amor, paciência etc. Muito bom mesmo, vale a pena assistir e compartilhar.

Pregação 1:


Pregação 2:

17/12/2016

Acusações feitas ao Pr Silas Malafaia de envolvimento com organização criminosa

Sigo o Pr. SILAS MALAFAIA desde que me converti, em 2006.

Sabe, quanto mais conheço o ser humano mais me espanto, é incrível a maldade das pessoas.
Muito do que conheço da Bíblia hoje aprendi com o Pr Silas. Milhares de pessoas Brasil afora são abençoadas pelas suas palavras, trazendo cura à suas almas.

Uma reputação não deve ser jogada no lixo da noite para o dia. Tudo que ele fez até hoje no seu ministério (ajudas sociais, ajudas espirituais, defesa da família e da vida etc) pode ser jogado no lixo só porque vc viu uma reportagem no jornal? Não seria interessante aprofundar nos fatos, conhecer melhor o que aconteceu para depois emitir um juízo de valor? Aos que não acreditam no pr Silas, o ideal seria aguardar as conclusões da Justiça, não é mesmo?

Isso é uma coisa muito perigosa e frustante, uma reputação ser simplesmente desmontada por um flash na TV. O pr Silas é um homem de Deus, uma pessoa íntegra. Não pratiquemos injustiça, que Deus nos abençoe para sermos sábios e justos.

Assista os 6 vídeos abaixo que esclarecem os fatos e ajude a COMPARTILHAR.

Vídeo 1:
Pastor Silas se defende.


Vídeo 2:
Em 2013 o pastor cita em pregação a oferta recebida.


Vídeo 3:
Aí está a palavra do Pastor Michael Aboud, cujo o membro que deu a oferta foi preso.


Vídeo 4:
Senador Magno Malta fala sobre o episódio:


Vídeo 5:
Senador Marcelo Crivela também fala:


Vídeo 6:
Pr Silas mostra seu extrato bancário do ano de 2013:



13/12/2016

"A corrupção é um mal social", afirma Dr. Leandro Karnal


Reflexão interessante, precisamos pensar:
A CORRUPÇÃO veio de onde? A sociedade é honesta e só os políticos são corruptos???
No nosso dia a dia, em qualquer circunstância, somos honestos??
O que precisamos fazer para que esse nosso país mude? Só dependerá dos políticos?
Temos moral, temos ética, temos princípios para uma mudança???

O historiador, Dr Leandro Karnal, afirma que a corrupção é um mal social, é um mal coletivo.

Precisamos rever nossos conceitos, precisamos excluir de nossas vidas qualquer tipo de "jeitinho brasileiro", qualquer idéia de querer levar vantagem em tudo, mas sim lutar sempre por justiça, por honestidade, pela verdade!

10/12/2016

Supermercado de Petrolina doa alimentos a pessoas carentes


Imaginem quantos alimentos se perdem todos os dias em todos Supermercados, Atacadões ou Ceasas no Brasil afora?
Pensem quantas pessoas passando fome e nós deixando os alimentos perecerem?
É preciso ter amor ao próximo, é preciso ajudar o próximo.
Quem não ama ao próximo (a quem vê) não pode amar a Deus (a quem não vê). Pense nisso.
Façamos desse mundo um lugar melhor.

Para haver mudanças é preciso esforço e deixar Deus trabalhar em nossas vidas


Vemos aqui uma perfeita comparação entre arar a terra para o plantio (obtendo vida e abundância) e a possibilidade de ocorrerem mudanças em nossas vidas.
Deus age na vida de quem permite. Nem sempre a mudança inicial é agradável (quase sempre é dolorosa), mas com o tempo os frutos aparecem, a colheita abundante chega.
Parabéns ao senhor do vídeo, que de forma tão simples explicou o agir de Deus.

09/12/2016

Déficit do INSS é fictício e fruto de manipulação de dados, diz confederação dos aposentados

Essa informação é muito grave! É preciso maiores esclarecimentos sobre o tema.
Precisa-se de realização de audiências públicas no Congresso para que se debata e explique o tema, tirando todas as dúvidas.
A população não pode ser penalizada se não existir necessidade.
Leia a reportagem abaixo:


Estudo dos auditores fiscais da Receita Federal sustenta tese dos aposentados

O déficit da Previdência e a sua escalada em progressão geométrica é o argumento mais forte do governo, ao lado do envelhecimento da população, para a aprovação de novas regras de concessão de aposentadorias. Principalmente a criação da idade mínima de 65 anos para homens e mulheres.

No entanto, segundo a confederação dos aposentados e a associação de auditores fiscais, do próprio governo, em vez de faltar dinheiro para o INSS em 2015, há uma sobra de quase R$ 25 bilhões.

Os auditores e aposentados alertam que o governo ignora a Constituição Federal e deixa de lado a arrecadação da Seguridade Social, que inclui as áreas de Saúde, Assistência e Previdência.

De acordo com a Anfip (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), que anualmente divulga os dados da Seguridade Social, não existe déficit, pelo contrário, os superávits nos últimos anos foram sucessivos: saldo positivo de R$ 59,9 bilhões em 2006; R$ 72,6 bilhões, em 2007; R$ 64,3 bi, em 2008; R$ 32,7 bi, em 2009; R$ 53,8 bi, em 2010; R$ 75,7 bi, em 2011; R$ 82,7 bi, em 2012; R$ 76,2 bi, em 2013; R$ 53,9 bi, em 2014.

No ano passado, segundo a Anfip, o investimento nos programas da Seguridade Social, que incluem as aposentadorias urbanas e rurais, benefícios sociais e despesas do Ministério da Saúde, entre outros, foi de R$ 631,1 bilhões, enquanto as receitas da Seguridade foram de R$ 707,1 bilhões. Ou seja, mais uma vez o resultado foi positivo e sobrou dinheiro (R$ 24 bilhões).

Por outro lado, no anúncio das medidas para equilibrar as contas da Previdência que estão na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 287, o secretário de Previdência Social do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, disse que o rombo nas contas do INSS (arrecadação contra despesa) ficou em R$ 86 bilhões. Caetano também disse que a previsão do governo é que o rombo salte para R$ 152 bilhões este ano e fique em R$ 181 bilhões em 2017.

"É uma falácia dizer que existe déficit. Em dez anos, entre 2005 e 2015, houve uma sobra de R$ 658 bilhões. Este dinheiro foi usado em outras áreas e também para pagar juros da dívida pública, cerca de 42% do total, mas isto o governo não diz", afirma o advogado Guillerme Portanova, diretor jurídico da Cobap (Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas do Brasil).

A diferença entre o déficit (de R$ 86 bilhões) e o superávit (de R$ 24 bilhões), dependendo da fonte considerada, em 2015 foi de R$ 110 bilhões.

Analisando os dados da Anfip nota-se que o superávit da Seguridade Social está perdendo fôlego, mas é ainda consideravelmente alto para contestar a teoria de rombo.

A arrecadação da Seguridade Social inclui o Cofins, o CSLL, o Pis-Pasep, impostos sobre exportações, impostos sobre as loterias, entre outros. "O governo usa a DRU (Desvinculação de Receitas da União) para transferir o superávit da Seguridade Social, proveniente dos tributos, e cobrir outras despesas. O déficit no INSS é fictício e fruto de uma manipulação de dados", disse Portanova.

Outro lado

A Secretaria de Previdência Social afirmou em nota para o R7 que o rombo nas contas do INSS não é uma farsa. "A Previdência Social está em risco. Ajustes são necessários para que sua sustentabilidade seja mantida e o direito à aposentadoria e outros benefícios previdenciários sejam garantidos", diz a nota.

Sobre a idade mínima, a secretaria ressalvou que "a proposta encaminhada prevê regras de transição elaboradas de modo a garantir uma transferência mais tranquila para a nova situação. A idade mínima para aposentadoria é uma realidade mundial, poucos países não a adotam. Na América Latina, apenas o Equador, além do Brasil, ainda possui aposentadoria por tempo de contribuição (com tempo mínimo de 40 anos de contribuição). Além disso, o Brasil envelhece rápido. A população idosa vai saltar dos atuais 22 milhões de pessoas com 60 anos ou mais para cerca de 73,5 milhões em 2060.

Em relação ao conceito de déficit nas contas, a secretaria pontuou que "o total arrecado do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) é inferior ao total da despesa. Com situação deficitária somada à população que envelhece de forma acelerada, a tendência é o déficit ficar insustentável".

Para contestar a afirmação da Cobap e da Anfip que as contas da Previdência não devem ser analisadas separadamente das contas da Seguridade Social, o governo explicou que "A Seguridade Social é deficitária desde 2003, segundo dados da Secretaria de Orçamento Federal (SOF) do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Só em 2016 (de jan. a out.), o déficit da Seguridade Social como um todo foi de R$ 202 bilhões".

Sobre a afirmação de que o governo não cumpre a Constituição, a secretaria diz que "a Desvinculação de Receitas da União (DRU) é uma Emenda Constitucional. A última atualização da DRU foi feita na Emenda Constitucional n° 93, de 8 de setembro de 2016".


Fonte: http://noticias.r7.com/economia/deficit-do-inss-e-ficticio-e-fruto-de-manipulacao-de-dados-diz-confederacao-dos-aposentados-08122016

Mais informações:
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2017/02/03/internas_economia,570660/oab-se-posiciona-contra-a-reforma-da-previdencia.shtml

http://www.valor.com.br/politica/4901034/conselho-de-direitos-humanos-recomenda-retirar-reforma-da-previdencia

28/11/2016

Windows 10 não executa vídeos e nem áudios - Solução

De uma hora para outra meus navegadores (Firefox e Chrome) pararam de executar os vídeos do YouTube e do Facebook. Depois fiz testes e notei que também não executava arquivos de música e nem vídeos, sempre dava essa mensagem de erro da imagem: "Falha na execução do servidor".

A partir daí comecei a fazer buscas na internet e nada. Desinstalei e reinstalei o Adobe Flash Player, o K-Lite Codek e o Microsoft Silverlight, sendo que nada resolveu.

Fiz novas buscas e encontrei a solução que posto abaixo, coisa muito simples: só desativar e logo depois reativar o Windows Média Player. Tem base?rsrsrsrs. Depois disso tudo funcionou rsrs.

Segue o procedimento:

Desative e ative novamente o Windows Media player:
1. Na Área de Trabalho clique simultaneamente nas teclas Windows + X. Nas opções que se apresentam clique em "Programas e Recursos" (ou se preferir: na barra "Pesquisar na Web e no Windows" digite "Programas e Recursos");
2. No lado superior esquerdo da tela clique na opção "Ativar ou desativar recursos do Windows";
3. Na janela que abrirá procure "Recursos de Mídia" e lá estará o Windows Media Player. Desmarque a caixa para desativá-lo e clique em Ok;
4. Reinicie o computador;
5. Depois faça o mesmo caminho e marque a caixa novamente do Windows Média Player para ativá-lo novamente;
6. Clique em Ok;
7. Reinicie o computador.
8. Pronto.

Fica na Paz do nosso Salvador Jesus!

Fonte: http://answers.microsoft.com/pt-br/insider/forum/insider_wintp-insider_update/windows-10-com-problemas-na-reprodu%C3%A7%C3%A3o/08925558-4212-456d-8431-98a6ab269c4c

25/11/2016

O Auxílio-Moradia foi um um disfarce, diz Presidente do TJSP


Em 16/10/2014, no Jornal da Cultura, o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo não teve nenhum constrangimento em falar que o auxílio-moradia (R$4.300,00) dos Juízes foi um "disfarce" para dar aumento salarial aos magistrados.
Que isso, um disfarce? Dá outra explicação, temos mais de 10 milhões de desempregados e um Desembargador tem coragem de falar isso? É o mesmo que falar assim: isso foi só para enganar a população.

23/11/2016

Felicidade - Pr Thiago Rodrigo


O pastor Thiago Rodrigo traz uma reflexão com base na filosofia, na religião e nos poetas, sobre a Felicidade.
Euforia é diferente de felicidade.
Viva o seu presente feliz, não lastime pelo passado (só não cometa os mesmos erros), não sofra pelo possível futuro.

Elogios - Pr Thiago Rodrigo


Vocês já repararam que muita gente não sabe receber elogios? As pessoas ficam constrangidas, e não sabem como reagir com alguém falando bem delas. Saber receber um elogio não é arrogante, pelo contrário, é humildade.
Precisamos fazer elogios e também recebê-los quando feitos a nós.
De nada adianta elogiar no velório da pessoa, fale para ela em VIDA.

19/11/2016

O Cristão que não tem amor só conheceu a Religião - Gilberto Araújo


"Se você vive uma vida no seu contexto de fé que não tem amor, você não conheceu a Cristo, você conheceu a religião!"
Pr. Gilberto Araújo

Ôôô Jesus, tem misericórdia de nossas vidas, nos ajude!

Era INIMAGINÁVEL, impossível, INCALCULÁVEL, mas JESUS fez... por mim e por você!


Esse é o verdadeiro AMOR que o mundo tanto procura!
Esse é o novo e vivo caminho que traz a Paz.
Esse é o único AMOR que pode preencher o vazio interior que a humanidade tem. Esse é o AMOR que se doou por nós, um AMOR de entrega, de renúncia, de sofrimento, mas que valeu pela redenção da humanidade.

Receba esse amor, abra seu coração para Jesus, deixe que Ele coloque paz dentro do seu coração. Deixe que Ele aquiete a sua alma, tirando toda tristeza, toda rejeição, toda desilusão, toda solidão!

Sinta-se querido e amado por Ele, sinta-se liberto daquilo que tem te aprisionado e te tem feito sofrer.
Com Jesus tudo tem jeito, com Jesus há Esperança!
Que Deus te abençoe!

Aqui você encontra o vídeo para compartilhar no Facebook:

18/11/2016

Como usar o Bloco de Notas no Windows 10

Oi pessoal, gosto muito de usar o Bloco de Notas, mas depois que instalei o Windows 10 não encontrei ele.
Assim, passei a fazer várias buscas na internet e nada. Tem alguns vídeos que dão dicas que não resolvem, então achei no site da Microsoft uma dica parecida que me ajudou a encontrar.
Faça o seguinte:
1-vá no campo de pesquisa em baixo do lado esquerdo (Pesquisar na Web e no Windows).

2-depois digite “notepad”, isso mesmo, no Windows 10 ele não se chama Bloco de Notas, mas sim NOTEPAD (está em inglês). Ou seja, se digitar Bloco de Notas não encontra nada.

3-feita a consulta ele aparecerá. Então, clique com o botão direito e clique em “local de arquivo”.

4-depois abrirá a pasta onde ele está. Em cima do arquivo NOTEPAD clique com o botão direito e escolha uma das seguintes opções (ou as duas, fica a seu critério:
a) fixar no início (escolhida essa opção, quando vc clicar no botão iniciar ele aparecerá no menu em “utilitários”);
b) fixar na barra de tarefas (ele ficará afixado na barra de tarefas constantemente).

Pronto, resolvido.

16/11/2016

ORIGENS, uma série de Documentários

A TV Novo Tempo lançou uma série de Documentários intitulados ORIGENS. Pra mim é um dos mais maravilhosos trabalhos para nos instigar a reflexão sobre a vida, sobre a natureza, sobre a nossa origem, sobre o sentido de tudo.

Vale a pena assistir e passar para outras pessoas. Esse é um espetacular material para ser compartilhado principalmente aos defensores da teoria do Big Bang (Evolucionistas) e aos Ateus.
Os entrevistados são dos mais variados ramos da ciência (brasileiros e estrangeiros), sendo mestres, doutores e pós-doutores, ou seja, não são quaisquer pessoas que estão falando, são pessoas que estudaram a ciência humana, estudaram o que estão relatando.

Nesta nova série de documentários, descubra o que há de mais fascinante na natureza e revelações intrigantes de ciências como paleontologia, genética e neurologia. Origens, uma jornada que pode mudar suas perspectivas sobre o princípio da vida.

Aqui abaixo postarei o primeiro vídeo da Primeira Temporada.


A Primeira Temporada chama-se "Série Natureza".
Os títulos de todos os 14 vídeos da primeira temporada são:
Prólogo - Episódio 1
Do Artificial ao Natural - Episódio 2
O Primeiro Livro da Humanidade - Episódio 3
O Que Mais o Fascina? - Episódio 4
Arte na Natureza (Primeira parte) - Episódio 5
Arte na Natureza (Segunda parte) - Episódio 6
Camuflagem e Mimetismo - Episódio 7
Complexidade Irredutível - Episódio 8
Projetada para a vida (Primeira parte) - Episódio 9
Projetada para a vida (Segunda parte) - Episódio 10
Biodiversidade - Episódio 11
Preservar e viver - Episódio 12
O Mistério das Sequoias Gigantes - Episódio 13 (parte 1)
O Mistério das Sequoias Gigantes - Episódio 13 (parte 2)

Aqui está o link da Primeira Temporada completa:
https://www.youtube.com/playlist?list=PLUBR4s0w2cG0iK5i9NxypCTdg7kD92gaZ


A Segunda Temporada chama-se "A Grande Catástrofe".
Os títulos de todos os 13 vídeos da segunda temporada são:
Expedição Científica - Episódio 1
Fósseis 1 - Episódio 2
Fósseis 2 - Episódio 3
Baleias Fossilizadas - Episódio 4
Árvores Petrificadas - Episódio 5
Dinossauros - Episódio 6
Grand Canyon - Episódio 7
Vulcanismo - Episódio 8
Pangeia - Episódio 9
A Grande Catástrofe - Episódio 10
Datação - Episódio 11
Filosofia das Origens - Episódio 12
Ciência e Fé - Episódio 13

Aqui está o link da Segunda Temporada completa:
https://www.youtube.com/playlist?list=PLUBR4s0w2cG1nd-NuRhXVkLROeJUXviuc

A Terceira Temporada chama-se "Astronomia".
Os títulos de todos os 10 vídeos da terceira temporada são:
Astronomia - Origens
Introdução à Investigação Astronômica - Episódio 1
O que é o universo? - Episódio 2
Relatividade - Episódio 3
O Big Bang - Episódio 4
Gênesis e o Big Bang - Episódio 5
Medidas e comparações - Episódio 6
Constantes universais - Episódio 7
Mundo sub atômico - Episódio 8
Teoria das cordas - Episódio 9

Aqui está o link da Terceira Temporada completa:
https://www.youtube.com/playlist?list=PLUBR4s0w2cG1kyI2MDBJV0J3B5HuJoB7g

A Quarta Temporada chama-se "Filosofia das Origens".
Os títulos de todos os 08 vídeos da quarta temporada são:
Origens - Filosofia das Origens
A origem de Darwin - Episódio 1
Biogeografia e Galápagos - Episódio 2
Seleção Natural e Adaptação - Episódio 3
A Genética da variabilidade - Episódio 4
Perplexidade na complexidade - Episódio 5
Geologia das Galápagos - Episódio 6
Sociologia da Ciência - Episódio 7

Aqui está o link da Quarta Temporada completa:
https://www.youtube.com/playlist?list=PLUBR4s0w2cG34s3vz3v5lf6kG98UAlfsN



14/11/2016

Culto das Caveiras (Ñatitas) em La Paz.


Reportagem exibida no Fantástico ontem (13/11/16).

É triste ver que em pleno século 21 ainda existem pessoas que acham que CAVEIRAS podem lhes ajudar.

Para eles “As caveiras protegem a casa, ajudam nos negócios e se deixar na casa o ladrão não entra. Dizem que quanto mais velhas as caveiras mais poderosas elas são. As caveiras de pessoas mortas de forma violenta são as mais poderosas para fazer milagres.”

Essa é uma crença recheada de magia negra (ritual macabro). O mais incrível foi ver que se intitulam como Cristãos e presenciar um padre abençoando um negócio desses. Ele tem a obrigação de falar para eles que estão errados, que não estão vivendo conforme a Bíblia.

Assim, vemos como a cegueira espiritual entra até mesmo dentro da Igreja.

E nós como Cristãos, o que temos feito para reverter esse tipo de pensamento? Temos a obrigação de confrontar isso, dizendo que está errado. Precisamos pregar o Evangelho!

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento.” Oséias 4:6

“Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte.” Provérbios 14:12

“nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.” 2ª Coríntios 4:4

13/11/2016

Coisas que ninguém te conta sobre o Rivotril - Cuidado com esse medicamento

Antes de entrar na matéria vou sugerir que você procure saber sobre a MELATONINA, um ótimo hormônio natural que auxilia na qualidade do sono. Saia fora de Rivotril. Mais informações você pode ter aqui: http://jesusteliberta.blogspot.com.br/2016/11/melatonina-para-que-serve-beneficios.html

Agora vamos à matéria:
Enquanto o Rivotril é enaltecido e utilizado por toda uma geração de forma indiscriminada como se fosse remédio para dor de cabeça, as pessoas que fazem uso desse medicamento pouco sabem sobre os efeitos de longo prazo desse psicofármaco.

O Rivotril é um remédio da classe dos benzodiazepínicos que são drogas psicotrópicas, isto é, medicamentos que afetam a mente e o humor.
Eles também são popularmente conhecidos como tarjas pretas, tranquilizantes, calmantes, ansiolíticos, medicamentos anti-ansiedade, sedativos, pílulas para dormir e hipnóticos. São prescritos principalmente nos quadros de ansiedade e problemas de sono.

Segundo dados da OMS cerca de 10% da população mundial utiliza os benzos. Desse montante, um terço faz uso regular e o restante ou dois terços utilizam os benzos a mais de 180 dias.

No Brasil, entre 2006 e 2010, o número de caixinhas vendidas de clonazepam saltou de 13,57 milhões para 18,45 milhões, um aumento de 36%.

O Rivotril domina esse mercado, respondendo por 77% das vendas em unidades (14 milhões por ano). Esses números não contam os outros campeões de venda como o alprazolam e o bromazepam.

Se pensar bem, provavelmente o seu vizinho de baia no trabalho ou seu vizinho de residência tem grandes chances de ser um usuário de Rivotril.

Existe um risco significativo de dependência de “benzos”, por exemplo, mesmo se você seguiu as ordens do seu médico e nunca abusou sua receita, você poderá experimentar sintomas de abstinência significativos caso suspenda o uso do remédio de forma abrupta.

A duração recomendada de uso é de não mais do que 2 ou 3 semanas de uso diário. A dependência física estabelece-se após seis semanas de uso, mesmo que moderado. O uso crônico cria tolerância obrigando a aumentar a dose para obter os mesmos efeitos. Entretanto, algumas pessoas podem utilizar a mesma dose mais de 10, 20 anos.

O fato é que ao contrário de uma droga ilícita como a cocaína, a heroína ou de drogas lícitas como o álcool e o cigarro, os prejuízos na vida da pessoa podem ser vistos de forma menos clara. O prejuízos acontecem de forma lenta e nebulosa.

Os “benzos” são prescritos para a ansiedade e sono. Mas, a longo prazo, algumas pessoas poderão ter sua ansiedade aumentada e sua qualidade do sono prejudicada. Quadros depressivos também tem grandes chances de se instalar nos dependentes a longo prazo.

Alguns usuários de longo prazo relatam não notar nenhum efeito dessas drogas em suas vidas já tendo tomado a medicação durante alguns anos. Entretanto, quando questionados do porquê de não procurarem um médico e fazerem o “desmame” ou substituição por outro tipo de medicação mais eficaz, esses optam por continuar ingerindo a droga seja por comodidade ou medo. Na realidade, o medo da retirada mantém o indivíduo tomando esse tipo de remédio. A maioria com certeza já experimentou ficar um dia sem e remédio por diversos motivos e se viu completamente desestabilizado emocionalmente nos dias posteriores.

Os problemas de dependência e abstinência/privação são comparáveis aos de outras substâncias que causam dependência como cocaína e, tendo-se transformado, nos países aonde há um uso mais generalizado, num problema de saúde pública, que só agora começa a ser reconhecido na sua verdadeira escala.

Os países desenvolvidos receitam cada vez menos benzos em função de suas consequências e de processos médicos.

Pesquisa da Drug Abuse Warning Network (DAWN) do departamento de saúde dos EUA, indica que em 2009 mais de 300.00 pessoas fizeram uso da emergência dos hospitais nos EUA por abuso de benzodiazepínicos. Se você tem problemas de compulsão com outras substâncias, isso aumenta a também sua probabilidade de compulsão com “benzos”.

Dentre as mortes de celebridades envolvidas com coquetéis de drogas contendo “benzos” podemos citar: Elvis Presley (diazepam, codeína, morfina e petidina), o cantor Michael Jackson (propofol, diazepam, lorazepam e midazolam), o ator Heath Ledger que fez o papel de “coringa” do filme Batman (oxicodona, hidrocodona, diazepam, temazepam, alprazolam e doxilamina), a atriz e modelo Anna Nicole Smith (clonazepam, lorazepam, oxazepam e diazepam), entre muitos outros.

Não há dúvida da eficácia e ajuda que esses remédios podem ter a curto prazo, entretanto se tiver que tomar a droga, tome a curto prazo, mas não deixe de lembrar que a longo prazo ela pode ter efeitos danosos na vida de qualquer pessoa.

O potencial para danos cerebrais orgânicos e comprometimento cognitivo podem ser permanentes segundo diversas pesquisas.

Os pacientes que tomam altas doses de “benzos” por longos períodos de tempo apresentam fraco desempenho em tarefas visuais e espaciais e atenção sustentada. Isso implica que esses pacientes não funcionam bem na vida no dia a dia e que eles não estão conscientes de sua capacidade reduzida de performance.

O ideal é que você desenvolva novas estratégias para lidar com os eventos estressantes da vida que não estejam baseadas somente no uso do remédio.

Essas estratégias podem envolver o desenvolvimento pessoal, psicoterapia, mudança de vida, exercícios físicos, meditação, técnicas alternativas de relaxamento, yoga, mais lazer, de modo a gerenciar de forma eficaz a sua ansiedade. Com certeza isso dá mais trabalho do que apenas tomar pílulas todos os dias.

Conscientize-se e tenha uma vida melhor! Seu corpo e a sua mente agradecem!

Eduardo Drummond – Psicólogo Clínico e Coach – CRP 05/35489

Fonte: http://azulpsicologia.com.br/coisas-que-ninguem-te-conta-sobre-o-rivotril/

Melatonina: para que serve, benefícios, efeitos colaterais e como tomar

A MELATONINA é uma substância naturalmente presente no organismo humano e que está diretamente relacionada aos nossos ciclos de sono, também pode ser ingerida na forma de suplementos alimentares.

A seguir falaremos um pouco sobre o que é a melatonina, para que serve, quais os seus benefícios, efeitos colaterais e como tomar esse suplemento.
O que é a Melatonina?

A melatonina, ou ainda N-acetil-5-metoxitriptamina, é um hormônio sintetizado pela glândula pineal dos vertebrados. Nos seres humanos, esta glândula está localizada na região central do cérebro (mais precisamente atrás do terceiro ventrículo). O hormônio foi descoberto pelo dermatologista Aaron Lerner, no ano de 1958. Ele isolou a melatonina de extratos da glândula pineal de bovinos e nomeou-a assim devido a sua capacidade de contrair os melanóforos de melanócitos de sapos (o que proporciona um clareamento da pele dos mesmos).

A melatonina tem como principal função a de induzir o sono. O hormônio também participa de outros processos fisiológicos e tem se mostrado um grande aliado no combate de algumas doenças.
Biossíntese da melatonina

A melatonina é o marcador do ritmo circadiano (período de 24 horas no qual se estabelece o ciclo biológico). A luminosidade está intimamente ligada a atuação ou não da melatonina. Ela é sintetizada e secretada durante o período noturno e seus níveis plasmáticos máximos ocorrem por volta das 03h00 e 04h00 da manhã. Importante destacar que a presença de luz inibe a produção da melatonina (até mesmo as iluminações residenciais), mas que a escuridão por si só não é um estímulo para a sua síntese.

A produção de melatonina acontece no início do período escuro. O aminoácido triptofano, presente na circulação sanguínea, atravessa de forma ativa a membrana celular do pinealócito (célula da glândula pineal). No interior dessa célula, a enzima triptofano hidroxilase converte o triptofano em 5-hidroxitriptofano (ou 5-HTP). Na sequência, como seu próprio nome já sugere, a enzima 5-hidroxitriptofano descarboxilase promove a retirada do grupo alfa-carboxil do 5-HTP, produzindo assim a serotonina. A serotonina recebe então um grupo acetil, captado da acetil-Coenzima A, pela ação da enzima N-acetiltransferase, o que resulta na geração de N-acetilserotonina. Por fim, a enzima hidroxindol-O-metiltransferase transforma a N-acetilserotonina em melatonina. Isto explica o porquê dos níveis de serotonina serem elevados nos mamíferos durante o período diurno e baixos à noite.

Após ser produzida, a melatonina é difundida através do sangue por todo o organismo. Por ser uma molécula bastante lipossolúvel, ela consegue adentrar com facilidade nas células.

A secreção de melatonina é maior durante os meses de invernos, já que nesse período as noites são mais longas. Sua síntese é bastante evidente durante a infância e diminui à medida que envelhecemos.
Para que serve a Melatonina?

A melatonina atua em diversos processos fisiológicos do nosso organismo. O hormônio é um grande auxiliar do sistema imune, operando sobre os linfócitos e citocinas. Apresenta também atividade anti-inflamatória, pois inibe as prostaglandinas e regula a enzima COX-2, e atividade antioxidante, controlando agentes pró-oxidantes que participam da produção de óxido nítrico e das lipoxigenases.

Mas, sem dúvida, a função mais notória da melatonina é a de regular o ritmo biológico. Pode-se dizer que ela consegue traduzir ao nosso corpo a informação de que “a noite já chegou’’. É a presença da melatonina que torna o processo digestório mais lento, promove a queda da temperatura corporal e da pressão sanguínea durante o período noturno.

O consumo da melatonina sintética, isto é, seu uso como suplemento, tem se popularizado especialmente pelo fato de muitos estudos comprovarem seus benefícios contra várias doenças.
Benefícios da Melatonina:

1) A melatonina é ótima para tratar os distúrbios do sono

O consumo de melatonina estimula a sonolência, mesmo durante o dia, em pessoas saudáveis. A resposta mais plausível para este efeito está no fato da melatonina reduzir a temperatura corporal, o que induz o sono, graças a sua atividade vasodilatadora.

Pesquisas mostram que o uso da melatonina, em crianças que possuem problemas neurológicos e sofrem de insônia, melhora a qualidade do sono e aumenta sua duração. O mesmo benefício foi observado em crianças saudáveis e que apresentam insônia crônica.

A melatonina também é indicada para o tratamento do jet lag (distúrbios do ciclo circadiano causado por viagens de avião que atravessam um ou mais fuso horário) e para proporcionar uma melhor adaptação aos trabalhadores que executam suas atividades no período noturno (o desequilíbrio do ritmo circadiano neste caso é crônico e muito mais prejudicial à saúde).

O uso da melatonina é mais vantajoso comparado aos efeitos dos hipnóticos comuns (drogas que induzem o sono e a sua manutenção). Vários pacientes relatam uma sensação de sonolência e fadiga após o consumo de hipnóticos, principalmente os benzodiazepínicos. Já aqueles que usam melatonina sentem apenas uma leve sedação ou anestesia.

Uma pesquisa avaliou os efeitos sobre o desempenho cognitivo após o consumo de 5 mg de melatonina e 10 mg do benzodiazepínico temazepan. Embora o temazepan tenha estimulado o sono rapidamente e a melatonina de forma mais gradual, esta propiciou um tempo de sono maior e um melhor resultado de desempenho cognitivo.

Outro aspecto positivo, é que doses altas de melatonina não são tão perigosas; não causam perda de consciência involuntária nem são tão incapacitantes como os efeitos da superdosagem de benzodiazepínicos (que pode levar até um quadro de depressão respiratória e morte).

2) A melatonina ajuda a prevenir e a combater o câncer

Um estudo publicado pela versão online do “British Medical Journal’’ revelou que mulheres que trabalham no período noturno por mais de 30 anos tem 2 vezes mais chances de terem câncer de mama. Uma pesquisa publicada no “American Journal of Epidemiology’’ mostrou que homens que trabalham a noite têm mais risco de desenvolverem câncer de próstata, reto, bexiga, pâncreas, pulmão e linfoma não Hodgkin. Os pesquisadores desse estudo chegaram à hipótese que o trabalho noturno afeta a produção de melatonina, já que a luz inibe sua síntese, o que parece propiciar a ocorrência de tumores.

Uma outra pesquisa feita com mulheres, portadoras de câncer de mama metastático e que não respondiam de forma adequada à droga tamoxifeno, revelou que após a suplementação da quimioterapia com a melatonina (20 mg todas as noites) elas passaram a responder melhor ao tratamento.

Outras pesquisas também têm revelado que a melatonina impede o crescimento dos tumores por, por exemplo, inibir a angiogênese (desenvolvimento de novos vasos sanguíneos que alimentariam as células cancerígenas).

Um outro ponto interessante é que o consumo da melatonina ameniza alguns dos efeitos colaterais da quimioterapia. Em um estudo, feito com pessoas que faziam tratamento para casos avançados de câncer de pulmão, de mama, do trato gastrointestinal, de cabeça ou pescoço, alguns dos pacientes passaram a associar a quimioterapia habitual com uma dose diária de melatonina (20 mg). Após o período de um ano, aqueles que consumiram a melatonina se mostraram mais protegidos contra a baixa contagem de plaquetas, neurotoxicidade, feridas na boca e fadiga; além de apresentarem uma sobrevida maior.

3) A melatonina pode auxiliar no tratamento do Parkinson

As dificuldades para dormir são uma das principais queixas dos pacientes que possuem a doença de Parkinson. A melatonina, além de ser boa opção para lidar com este sintoma, parece também amenizar os sintomas motores.

Uma pesquisa investigava a capacidade da melatonina em induzir o sono em pessoas sadias, epiléticos e pacientes com Parkinson. Para tal, foram utilizadas várias doses orais de melatonina, entre 0,5 a 1,25 mg/Kg. A ingestão oral de melatonina proporcionou o sono em aproximadamente 15 a 20 minutos nos voluntários saudáveis e com epilepsia, promoveu um aumento do limiar convulsivo para os epiléticos e diminuiu a rigidez e os tremores nos portadores da doença de Parkinson.

4) A melatonina é uma boa alternativa para prevenir enxaquecas

A melatonina possui efeitos muito interessantes para o tratamento de enxaquecas (estimula a a neurotransmissão gabaérgica; inibe a glutamatérgica, articula a atuação da serotonina e dopamina, além das suas já conhecidas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias).

Pesquisadores brasileiros do Hospital Israelita Albert Einstein fizeram um estudo onde foi revelado que uma dose de 3 mg de melatonina, administrada 30 minutos antes de dormir, é eficaz para prevenir enxaquecas. O estudo foi feito com 34 voluntários, sendo 29 deles do sexo feminino, que relataram ter cerca de 2 a 8 crises de enxaquecas por mês.

5) A melatonina ajuda a emagrecer

Em uma pesquisa publicada no Journal of Pineal Research, ratos magros e obesos receberam doses diárias de melatonina (10 mg/Kg corporal), por um período de seis semanas. Os resultados foram bastante interessantes: a ingestão da melatonina propiciou uma conversão da gordura branca em gordura marrom nesses animais. Em paralelo com nosso organismo, o tecido adiposo marrom é aquele solicitado para gerar energia; em outras palavras são estes os tipos de adipócitos que podem ser “queimados’’ (o que consequentemente promove o emagrecimento).

Há muito ainda a ser investigado sobre este assunto (como por exemplo, qual a dose eficaz para auxiliar no processo de emagrecimento). Mas é fato que aqueles que dormem mal tendem a engordar. O que podemos fazer é estimular a produção endógena de melatonina (evitando ambientes muito iluminados durante a noite) ou comer alimentos que contém a mesma (como nozes, tomates e cerejas).

6) A melatonina é um bom suplemento para tomar antes do treino

A prática de atividades físicas de uma forma intensa promove um estresse oxidativo e estudos têm mostrado que a ingestão de antioxidantes antes do treino melhoram o desempenho e recuperação do organismo. As pesquisas indicam que a melatonina é um excelente antioxidante, um dos mais ativos no nosso corpo.

Em um estudo feito pela University of Seville Medical School, atletas receberam 6 mg de melatonina ou placebo, 30 minutos antes de se exercitarem intensamente e continuamente pelo período de 1 hora. Os resultados revelaram que a suplementação com melatonina diminuiu o estresse oxidativo provocado pelos exercícios, estimulou o metabolismo das gorduras e a resposta imune desses atletas.

Outra questão relevante é que praticar exercícios de forma intensa gera processos inflamatórios e dor muscular. Em uma pesquisa publicada no Journal of Pineal Research atletas fizeram uso de suplementos de melatonina ou placebo três dias antes de participarem de uma corrida de 50 km nas montanhas de Sierra Nevada, em Granada, na Espanha (ou seja, correram em uma subida). Os atletas do grupo da melatonina receberam as seguintes dosagens, por via oral: 3 mg durante o jantar, dois dias antes da corrida; 9 mg (3mg no café da manhã, 3 mg no almoço e 3 mg jantar) um dia antes da corrida e 3 mg uma hora antes da corrida. Os pesquisadores testaram amostras de sangue e urina desses atletas, coletadas antes e logo após a corrida, para marcadores de inflamação e estresse oxidativo. Os resultados foram positivos: a melatonina foi eficaz na redução dos processos inflamatórios e oxidativos do organismo quando ele é submetido à exercícios de alta intensidade.

A suplementação com melatonina também auxilia o desenvolvimento muscular. Após a prática de atividades físicas, nosso organismo libera hormônios que estimulam as reações anabólicas (como as que envolvem o processo de construção muscular). Dentre os principais hormônios lançados ao sangue, temos o do crescimento, ou ainda GH, grande responsável pelo crescimento muscular e diminuição da massa gorda. Um estudo da Universidade de Baylor, no Texas, revelou que homens que receberam 5 mg de melatonina, uma hora antes do treino de pernas, apresentaram níveis mais elevados de GH do que aqueles que tomaram o placebo, tanto antes como após a realização dos exercícios.

7) Outros benefícios da melatonina

Estudos com modelos animais mostram que a melatonina pode retardar a evolução da doença Alzheimer.
Efeitos antiepilépticos da melatonina têm sido demonstrado em estudos com modelos experimentais e seres humanos.
Pesquisas mostram que a melatonina aplicada topicamente é eficaz contra a alopecia androgenética (calvície masculina de origem genética).
Pesquisadores dos EUA revelam uma ação neuroprotetora da melatonina, o que é bastante interessante para evitar e reparar danos provocados por acidentes vasculares cerebrais (AVC’s). Um estudo da Universidade do Sul da Flórida mostra que a melatonina consegue estimular células tronco a se diferenciarem em neurônios. Pesquisas feitas com modelos experimentais de isquemia, mostram que o uso da melatonina diminui a área afetada e o edema local.
A melatonina também é tem se mostrado útil para tratar a doença Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). Em uma pesquisa, animais que receberam injeções de melatonina tiveram uma maior sobrevida e um retardamento da evolução da doença.

Como tomar a melatonina?

A administração de melatonina pode ser realizada pelas vias endovenosa, intramuscular, nasal (em spray) e oral. A dose máxima diária aconselhada é de 5 mg.

Efeitos colaterais

No geral, o consumo de melatonina não apresenta tantos riscos. Os possíveis efeitos colaterais da melatonina são dor de cabeça, tonturas, sonolência diurna, sensação depressiva (a curto prazo), dor de estômago e irritabilidade.

Interações medicamentosas

Nunca use a melatonina concomitantemente com medicamentos sedativos (Clonazepam, Lorazepam, Fenobarbital, Zolpidem, etc), pois a sonolência será excessiva.
Nunca a utilize também se estiver fazendo uso de imunossupressores, como os transplantados, por exemplo. A melatonina é um estimulante para o sistema imunológico.
Não utilize a melatonina fazendo o uso de drogas anticoagulantes. A melatonina pode afetar processos de coagulação sanguínea, o que aumenta consideravelmente os riscos de hemorragia.
Os anticoncepcionais parecem estimular a produção endógena de melatonina. Evite a suplementação com a melatonina sintética.
A ingestão de bebidas ou suplementos a base de cafeína diminuem a eficácia da melatonina.
O antidepressivo fluvoxamina aumenta a absorção da melatonina e, com isso, as ocorrências de efeitos colaterais são mais iminentes.
A melatonina pode diminuir a eficácia do anti-hipertensivo Nifedipina.
O medicamento Verapamil diminui a eficácia da melatonina por estimular sua eliminação do organismo.
O medicamento Flumazenil também diminui sua eficácia.

Pontos de atenção

Grávidas e lactantes não devem consumir a melatonina sintética. Não existem dados confiáveis a respeito do seu uso para estas mulheres.
É recomendável evitar o uso da melatonina para bebês e crianças. Uma terapia hormonal por si só é bastante delicada, pois interfere em todo o sistema neuroendócrino, especialmente em faixas etárias mais baixas, para aqueles que estão em plena fase de desenvolvimento.
Trabalhadores não devem operar máquinas cerca de 4 a 5 horas depois da ingestão de melatonina.

Referências

Galano, Annia, Dun Xian Tan, and Russel J. Reiter. “Melatonin as a natural ally against oxidative stress: a physicochemical examination.” Journal of pineal research 51.1 (2011): 1-16.
Garfinkel, D., et al. “Improvement of sleep quality in elderly people by controlled-release melatonin.” The Lancet 346.8974 (1995): 541-544.
Hickie, Ian B., and Naomi L. Rogers. “Novel melatonin-based therapies: potential advances in the treatment of major depression.” The Lancet 378.9791 (2011): 621-631.
Reiter, Russel J., Dun-Xian Tan, and Lorena Fuentes-Broto. “Melatonin: a multitasking molecule.” Progress in brain research 181 (2010): 127-151.
Haimov, Iris, et al. “Melatonin replacement therapy of elderly insomniacs.” Sleep 18.7 (1995): 598-603.
Tamura, Hiroshi, et al. “Melatonin as a free radical scavenger in the ovarian follicle.” Endocrine journal 60.1 (2013): 1-13.


Fonte: http://www.mundoboaforma.com.br/melatonina-para-que-serve-beneficios-efeitos-colaterais-e-como-tomar/#ib4QAcfHF7R1kg3L.99

06/11/2016

Porque Deus permite pessoas ruins nascerem? Pr Rodrigo Silva responde


O doutor em teologia e arqueologia e pastor, Rodrigo Silva, responde porque existem pessoas ruins no mundo, porque Deus permite a maldade no mundo.
Uma sábia explicação sobre o caso, Deus tem usado grandemente esse homem em sua obra.

Biografia: Rodrigo Silva é doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Faculdade de Teologia N. S. Assunção (SP), com pós-doutorado em arqueologia bíblica pela Andrews University (EUA). É graduado em teologia e filosofia e mestre em Teologia Histórica. Atualmente está concluindo seu segundo doutorado em arqueologia clássica pela USP

Aqui você encontra o vídeo postado no FACEBOOK para compartilhar:

29/10/2016

Zumbis ao Celular


Estamos virando ZUMBIS AMBULANTES??
vazios por dentro, seres frios, egoístas, superficiais, alienados, individualistas e irresponsáveis??
Ou mudamos ou os consultórios de psiquiatria e psicologia ficarão abarrotados, e a RUÍNA da humanidade chegará.
Os celulares foram um dos maiores avanços que o homem conseguiu, mas ao invés de usarmos a tecnologia adequadamente estamos deixando ela nos desumanizar.
Não temos mais tempo para nossa família? Não temos mais tempo para nossos amigos, para as pessoas ao nosso redor??
É preciso RESTAURAR os valores humanos, familiares, os laços de amizade e respeito.

Música: Yann Tiersen - Comptine d'un autre été

Aqui você encontra o vídeo postado no FACEBOOK para compartilhar:


Aqui você pode ver o vídeo original, com melhor qualidade e maior, porém com outra música:

27/10/2016

Som alto em carro - Resolução nº 624/2016 do Contran


Entendo que esta resolução foi uma das melhores coisas que foram criadas em nossa legislação nos últimos tempos.

Vejamos:
RESOLUÇÃO Nº 624/2016 do CONTRAN
Art. 1° - Fica PROIBIDA a utilização, em veículos de qualquer espécie, de equipamento que produza SOM audível pelo lado externo, independentemente do volume ou frequência, que perturbe o sossego público, nas vias terrestres abertas à circulação.
(...)
Art. 3º A inobservância do disposto nesta Resolução constitui infração de trânsito prevista no artigo 228 do CTB.


Há tempos queria ter postado algo aqui sobre RESPEITAR o SOSSEGO do próximo. Na faculdade de Direito o estudante aprende que o direito da pessoa VAI ATÉ onde começa o direito da outra.

INDISCUTIVELMENTE a questão do som nos carros virou uma BADERNA. Ninguém respeitava mais nada, qualquer hora da noite, da madrugada, os carros passam com o som tão alto que até as janelas da casa tremem.

Não me lembro o ano, talvez 2011 ou 2013 fiz ofícios e entreguei em alguns órgãos públicos solicitando providências nesse sentido, mas infelizmente nada foi feito.

Trata-se de uma questão de civilidade, não sou obrigado a suportar a perturbação de alguém que passa, principalmente de madrugada, com o som nas alturas.O indivíduo quer ESCUTAR suas músicas ou quer que as pessoas escutem???

Vejam o que diz Lei das Contravenções Penais (Decreto-Lei nº 3.688/1941):
"Art. 42. Perturbar alguém o trabalho ou o sossego alheios:
(...)
III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;"

Portanto, o só alto já era um ilícito penal, agora também terá consequências administrativas (multa).

Assim, creio que esta resolução do Contran veio em boa hora. Sei que alguns não irão concordar, pois acostumaram com a CULTURA do som alto, mas como disse é PRECISO passarmos por um banho de CIVILIZAÇÃO, aprendermos a respeitar o direito do nosso próximo.

Realmente não dava pra continuar como estava, tinha virado uma verdadeira ANARQUIA. Creio as pessoas estão colhendo o que plantaram, pois se tivesse havido mais RESPEITO, mais MODERAÇÃO, não haveria necessidade dessa resolução.

Acredito que o cerne da questão está no RESPEITO AO SOSSEGO do próximo. Como disse, não há necessidade que sua música entre nas casas por onde passa, qual seria o sentido disso, não é mesmo???

Nesse link você consegue ver a resolução toda e fazer o download: http://www.denatran.gov.br/images/Resolucoes/RESOLU%C3%87%C3%83O_624-2016.pdf

21/08/2016

Brasileiro precisa de mudança urgente

Brasileiro precisa mudar muito seu CARÁTER ainda. Acabar com esse mal do tal "JEITINHO brasileiro" de resolver tudo na malandragem. Se sair bem em tudo. A vida não é só feita de vitórias.

É tomar vergonha na cara mesmo! Deixar a "ficha cair" e enxergar que NÃO somos melhores que ninguém, que precisamos respeitar os DIREITOS das outras pessoas.

Precisamos ter EDUCAÇÃO, a começar, por exemplo, por obedecer a ordem de uma fila, obedecer locais de estacionamento para idosos ou deficientes físicos.

Nós somos o presente e podemos MUDAR nosso futuro, façamos uma geração melhor. Mais solidária, mais respeitosa, mais honesta, mais verdadeira, mais madura para assumir seus erros.

Enfim, façamos do Brasil um país MELHOR. Extirpemos a corrupção do nosso meio, começando já nessas eleições municipais.

Cabe a mim e a vc a responsabilidade de deixar uma nação melhor à geração futura. O mundo muda se nós mudarmos.

24/05/2016

As loucuras da sociedade - Dr Roberto Shinyashiki

A revista Istoé publicou esta excelente ENTREVISTA com o Dr Roberto Shinyashiki, médico psiquiatra (Pós-Graduação em administração de empresas pela USP, consultor organizacional e conferencista de renome nacional e internacional.).

A ISTOÉ perguntou: Muitas pessoas têm buscado sonhos que não são seus?

Shinyashiki : A sociedade quer definir o que é certo. São quatro loucuras da sociedade:

A primeira é: instituir que todos têm de ter sucesso, como se ele não tivesse significados individuais.

A segunda loucura é: Você tem de estar feliz todos os dias.

A terceira é: Você tem que comprar tudo o que puder. O resultado é esse consumismo absurdo.

Por fim, a quarta loucura: Você tem de fazer as coisas do jeito certo.

Jeito certo não existe. Não há um caminho único para se fazer as coisas.
As metas são interessantes para o sucesso, mas não para a felicidade.
Felicidade não é uma meta, mas um estado de espírito. Tem gente que diz que não será feliz enquanto não casar, enquanto outros se dizem infelizes justamente por causa do casamento.

Você pode ser feliz tomando sorvete, ficando em casa com a família ou amigos verdadeiros, levando os filhos para brincar ou indo a praia ou ao cinema.

Quando era recém-formado em São Paulo, trabalhei em um hospital de pacientes terminais. Todos os dias morriam nove ou dez pacientes. Eu sempre procurei conversar com eles na hora da morte.

A maior parte pega o médico pela camisa e diz: "Doutor, não me deixe morrer. Eu me sacrifiquei a vida inteira, agora eu quero aproveitá-la e ser feliz".
Eu sentia uma dor enorme por não poder fazer nada. Ali eu aprendi que a felicidade é feita de coisas pequenas.
Ninguém na hora da morte diz se arrepender por não ter aplicado o dinheiro em imóveis ou ações, ou por não ter comprado isto ou aquilo, mas sim de ter esperado muito tempo ou perdido várias oportunidades para aproveitar a vida.

Deus nos criou para vivermos a vida em toda a sua plenitude, para sermos felizes, sermos livres...não se deixe escravizar...não seja escravo da ganância... do egoísmo... da amargura... do ressentimento...da falta de tempo...
Tenha tempo para Deus, para seus filhos, para quem te ama, para seus pais e para você mesmo!

Seja livre para amar...para perdoar...para sonhar...para viver !
"Não espere a hora da sua morte para lembrar-se de que é preciso aproveitar a vida e ser feliz!"

Como transformar sua TV comum em SMART TV? ChromeCast

Este é o CHROMECAST, um excelente equipamento que faz da sua TV COMUM uma SMART TV.
Se você tem uma TV comum de lcd, led ou de plasma, poderá transformá-la em Smart com esse pequeno aparelho. Ele é um pouco maior que um pendrive e custa em média uns 170 reais (é conectado em entrada HDMI).
Vale a pena, com ele você acessa o youtube, a Netflix, a Globo Play etc, ou seja, todos os vídeos da internet você joga na TV. Você usa o celular, tablet ou notebook só para comandar o envio para a TV, após jogar na TV o vídeo só rodará nela.
Existe também algumas maneiras de você jogar na TV vídeos que estejam no celular ou no computador (filmes etc). Tudo é feito através de Wi-fi.
Como disse, é muito bom, estou adorando.

07/05/2016

Homenagem para todas as Mães - Thomas Edison, o filho de Nancy


Parabéns a todas as mães, pois são verdadeiras guerreiras.
A história de um segredo e da determinação de uma mãe que lutou contra ventos e mares para proporcionar ao seu filho a educação que o transformou num verdadeiro génio que revolucionou por completo o nosso mundo. Uma história que prova que, para as nossas mães, seremos sempre uns génios.
Assistam o vídeo, é uma história linda.

11/04/2016

Missões começa em casa!

A obra missionária deve ser feita aqui, ali e além fronteiras ao mesmo tempo. Porém, o ponto de partida é onde estamos estabelecidos. Não teremos autoridade para pregar para os de fora se não estamos testemunhando para os de dentro. Não podemos começar com os confins da terra se a nossa própria casa ainda não foi impactada com o poder do evangelho. Não podemos pregar aos estranhos se primeiro não fizemos conhecido o evangelho em nossa própria família. Quando Jesus libertou e salvou o endemoninhado gadareno, não permitiu que ele o acompanhasse para um trabalho itinerante, mas enviou-o de volta aos seus. Nossa família, nossa parentela, nossa cidade devem ser os primeiros redutos a serem atingidos pelo evangelho.
Hernandes Dias Lopes

Você tem mostrado a luz para as outras pessoas através da sua vida? Você tem sido testemunho vivo da Palavra de Deus para as outras pessoas? Não? Então, você não é um cristão verdadeiro.
O discípulo de Cristo precisa viver a Bíblia, precisa aplicá-la em sua vida, mostrar para os outros que Deus faz diferença em nossas vidas, que Ele nos muda pra melhor, que Ele nos dá Paz interior, que somente Ele tem a verdadeira alegria.

25/03/2016

PROFECIA: "Abalarei o principado da corrupção e da miséria no Brasil" - Cindy Jacobs


Profecia de Deus revelada no 14º Congresso de Louvor e Adoração Diante do Trono, entre os dias 28 e 30 de março de 2013.

Vejam que os fatos estão acontecendo, incrível! O Brasil está abalado politicamente e economicamente, será necessário uma grande ruptura com a corrupção e nascer um novo país, colocando os corruptos na cadeia e mudando o caráter dos brasileiros. Acabar com esse "jeitinho" brasileiro, de que pra tudo dão-se um jeito desonesto. Que para votar em alguém eu preciso ganhar algo. Não! Que isso acabe, que o Senhor Jesus possa nos mudar!

Oremos pelo Brasil, para que o povo possa buscar mais a Deus e obedecê-lo, amar a sua Palavra e que Ele nos abençoe com uma nação rica, honesta, temente a Ele e solidária ao próximo.

24/03/2016

O meu Partido é o meu País!

PRECISAMOS resgatar o orgulho de ser brasileiro! Lutemos pelo nosso país, não por partido!
Lutemos para que a MORALIDADE e a ÉTICA prevaleçam!
Que os políticos corruptos sejam colocados na CADEIA e não sejam mais eleitos. Que possamos ter essa consciência e também formar essa consciência nas outras pessoas. Tolerância zero à corrupção!
COLOQUE essa imagem no seu perfil nas redes sociais. Passe adiante!
Para salvar a imagem, primeiro clique nela para ampliar, depois clique com o botão direito do mouse e vá em "salvar imagem como".

17/03/2016

Tropa de choque bate continência para manifestantes na Av Paulista


Parabéns aos integrantes dessa Tropa de Choque que foi chamada para conter os manifestantes na Av. Paulista em São Paulo, mas em um jesto de nobreza todos bateram continência aos manifestantes (pessoas de bem, pacíficas, cobrando legitimamente mudanças). Reconhecendo que o poder emana do povo e o povo está cansado de tanta corrupção, e quer mudança.
É lindo de se ver, a gente até arrepia.
Que o nosso país possa mudar, que a corrupção, a desonestidade, a falta de moral e ética venham ter fim, e verdadeiramente nós brasileiros possamos ter orgulho de ter o Brasil como nossa nação.

16/03/2016

Fazer ligações através do Whatsapp - Compensa, usa poucos dados

INFORMAÇÃO muito interessante sobre o WHATSAPP.
Eu sempre tive curiosidade em saber qual o consumo de DADOS ao fazer chamadas por ele.
Não sabia, mas o próprio Whatsapp te mostra quanto de dados foi gasto na ligação (é só vc clicar sobre a chamada e lá mostrará o tempo falado e os dados gastados).
Vejam abaixo alguns exemplos do tempo conversado e o que foi consumido. Realmente compensa principalmente para interurbanos. Eu particularmente achava que consumia mais dados.
02 minutos 500KB
16 minutos 5MB
21 minutos 6MB

Vamos entender melhor. Se você tem uma internet de 200MB por mês, dá pra você fazer 40 ligações de 16 minutos (40x5= 200).
Hoje em dia os planos das operadoras estão aumentando a franquia da internet. Caso seja uma internet de 2GB, daria pra fazer 400 ligações de 16 minutos.
Portanto, vemos que sabendo usar dá pra fazer muitas ligações.

11/02/2016

Gravar as conversas (ligações) do celular - Automatic Call Recorder

Irmãos, esse Automatic Call Recorder é um aplicativo maravilhoso para celular. Ele é de extrema utilidade. Com ele você automaticamente GRAVA todas as suas LIGAÇÕES, tanto as efetuadas como as recebidas.

A gravação da conversa fica perfeita.
Digo que é útil, porque eu mesmo já usei áudios algumas vezes para fazer prova. Você, por exemplo, poderá usar contra alguma operadora de celular que não cumpriu o que falou, ou uma loja, ou qualquer outra negociação por telefone.

Enfim, vc terá registrado tudo e poderá utilizar isso como prova. Por exemplo, se você receber alguma ameaça por telefone etc.

Com esse aplicativo, aprendemos que temos que ter cuidado com as nossas conversas, pois alguém pode estar gravando rsrsrs.

As gravações são armazenadas na memória interna do celular, não tem como colocar no cartão SD. Por isso, logicamente vc terá que fazer um gerenciamento disso. Mas não ocupa muito espaço. Por exemplo uma ligação de 40 minutos que fiz deu apenas 4MB de tamanho.

O aplicativo te dá a opção de escolher até quantas ligações vc poderá gravar. Também permite que vc salve as ligações e que edite o arquivo informando o que é o conteúdo da conversa.

Outra funcionalidade é que tem como você excluir telefones para que não sejam gravadas as conversas. Como por exemplo, alguém de sua família e vc não tem interesse em gravar, aí é só adicionar como exceção.

Enfim, é um excelente aplicativo e muito muito útil.

02/02/2016

Carnaval é uma festa pagã e não cristã

Se você é CRISTÃO ou se diz Cristão, não participe do CARNAVAL, pois trata-se de uma festa PAGÃ.

O que é paganismo? Termo criado pela Igreja Católica na idade média, usado para designar romanos que continuavam fiéis às suas antigas religiões, não aceitando o cristianismo. Hoje considerada uma religião politeísta, que baseia o poder de suas divindadas na força da natureza. Seus seguidores são livres para escolher quais DIVINDADES venerar, ou até mesmo NÃO venerar nenhuma divindade, mas apenas a fonte de vida da natureza.

Carnaval é um tempo de abundância do pecado, da imoralidade, da bebedice, do "pode tudo", do "tá tudo liberado", onde pessoas se esbanjam em drogas, sexo e muitas vezes ficam com várias pessoas numa mesma noite. Isso é lugar de Cristão estar? Isso é conduta para Cristão praticar?

Separei dois artigos abaixo que falam sobre o tema, dê uma lida:

O CARNAVAL É UMA FESTA CRISTÃ OU PAGÃ? BOA OU RUIM?


A própria origem do carnaval ainda é algo indefinido para os historiadores. Muito embora o Carnaval, segundo a Enciclopédia Barsa, seja definido como “um conjunto de festividades populares que ocorrem em diversos países e regiões católicas nos dias que antecedem o início da Quaresma, principalmente do domingo da Qüinquagésima à chamada terça-feira gorda”, podemos afirmar, com toda a certeza, de que se trata de uma festividade totalmente pagã, que não guarda nenhuma relação com o cristianismo.

O carnaval tem sido atribuído à evolução e à sobrevivência do culto de Ísis, dos festejos em honra de Dionísio, na Grécia, e até mesmo às festas dos "inocentes" e "doidos", na idade Média, dando origem aos carnavais dos tempos modernos.

Segundo relata o estudioso e pesquisador Hiram Araújo em seu livro Carnaval, a origem das festas carnavalescas não têm como ser precisamente estabelecidas, talvez possam estar ligadas aos cultos agrários, às festas egípcias e, mais tarde, ao culto a Dionísio, ritual que acontecia na Grécia, entre os anos 605 e 527 a.C.

Para a maioria dos pesquisadores, é provável que o Carnaval tenha se originado no Império Romano, ainda antes do nascimento de Cristo. Nessa época, celebravam-se as Saturnálias, festas em homenagem ao deus do tempo, Saturno. Elas aconteciam nos meses de novembro e dezembro, e todos os segmentos da sociedade participavam. Dos membros da nobreza aos escravos, todos se misturavam nas ruas para as comemorações, que incluíam muita comida, bebida, música e dança, nada muito diferente do que ocorre hoje.

Nos primeiros séculos a Igreja Católica não tinha expressão dentro do mundo greco-romano. Somente no século 4, o imperador Constantino publica o Edito de Milão (313 d.C.), que torna o catolicismo a religião oficial do Império e proíbe a perseguição de cristãos. A partir do século 4, a Igreja cria uma estrutura mais forte e elabora um cronograma oficial para as festas litúrgicas – Natal, Quaresma e Páscoa – dentro do calendário Juliano.

Como a Igreja pautava-se nos padrões éticos e morais, não permitia uma série de excessos na Quaresma, como a realização de bacanais e saturnálias. Então, as pessoas passaram a aproveitar o último dia antes do início da Quaresma para fazerem tudo a que “tinham direito”. O carnaval é realizado justamente neste período e remonta às características das festas pagãs.

Assim estas festividades pagãs foram movidas para antes do início desse período - a mesma data atual - e ganharam o nome de “carnem levare”, que em latim significa "adeus à carne", ou seja, uma despedida dos chamados prazeres carnais, dos tais excessos que caracterizavam as Saturnálias e eram, como ainda são, reprovadas pela Igreja.

É importante ressaltar que antes das Saturnálias (Romanas), no Egito, no período da estação do outono realizava-se a festa do boi Apis (animal sagrado). Escolhia-se o boi mais belo e todo branco o qual era pintado com várias cores, hieróglifos e sinais cabalísticos (branco = pureza, então, pintar o boi significa torná-lo impuro). O boi era conduzido pelas ruas e levado até o rio Nilo, onde era afogado. Em procissão, sacerdotes, magistrados, homens, mulheres e crianças, fantasiados grotescamente, iam atrás dele (o boi) dançando, cantando em promiscuidade até seu afogamento.

Frise-se que na mitologia Grega, Júpiter se fez passar por um boi, seduziu a princesa Europa e a conduziu para o mar até uma praia deserta onde a possuiu. É fato que estes relatos estão entrelaçados, pois o inimigo sempre atuou no mundo de forma discreta e às vezes até imperceptível para levar as almas à perdição, como na Babilônia, como mais adiante explico.

No entanto, a Saturnália iniciava-se com César e eram protegidas por Baco, o deus do vinho (daí o termo Bacanal). Nos dias de folia, tudo se invertia e ao participar dessa inversão, as pessoas representavam papéis, e fingiam ser o que não eram. Tanto que o rei da festa, o Rei Momo, era um escravo (da classe mais baixa de Roma) e podia ordenar o que quisesse durante as festividades. Durante seu reinado, era praticado, sobre o seu comando, todo tipo de orgia, bebedeira e lasciva. No término das festividades, ou seja, no final do quarto dia, o rei Momo era sacrificado de forma brutal no altar de Saturno. Mas quem afinal é a entidade Momo?

Momo era o deus da irreverência, e irreverência, segundo os léxicos, é sinônimo de desrespeito, profanação, sacrilégio, ofensa, desconsideração, desculto, desveneração e relaxo. E aqui eu faço uma pausa e chamo sua atenção! Diante desta definição de Momo dada pelos dicionários, pode-se afirmar com tranqüilidade que Momo nada mais é do que o próprio Satanás que se insurge contra o próprio Deus e leva os homens à profanarem seu próprio corpo que é o templo do Espírito Santo.

A própria Mitologia Grega relata que, por ser irreverente e profanador, Momo teria sido expulso do Olimpo (local onde os gregos acreditavam morar os deuses da sua mitologia). Mas porque afirmar que essa entidade era cultuada em Roma se a sua origem é Grega? Momo é uma das formas de Dionísio, o deus Baco, patrono do vinho e do seu cultivo (para os Romanos), daí também se origina o termo Bacanal que significa festas orgísticas.

Frise-se que Saturno (deus cultuado nas saturnálias) também é conhecido como o deus sol e isso nos retrocede bem antes da época dos reinados Romano, Grego e Egípcio, nos levando até um homem chamado Ninrode (Gênesis, 10:8 a 12).

O princípio do reino de Ninrode foi Babel. Babel nos faz lembrar da torre, derrubada por DEUS, e o surgimento de várias línguas (Gênesis, 11:1 a 9). Ninrode e seu povo decidiram levantar uma torre, no intento de tocarem o céu, para levantarem seu nome. Desejaram o mesmo que Lúcifer desejou, colocar seu nome acima do nome do único DEUS. A essência da atitude de Ninrode e seu povo é: nós somos poderosos na terra e também seremos poderosos nos céus. Não haverá ninguém como nós.

Mas o SENHOR destruiu todo esse intento e colocou um nome acima de todo nome, o nome de Jesus. Essa torre representa a declaração de que “nós entramos nos céus, nós dominamos os céus, nos tornamos poderosos na terra e nos céus”.

Voltando ao relato, Ninrode foi o homem que, com seu poder, deu início a uma civilização chamada Babilônia. Localizaremos em Babilônia o início de todas as profanações, todos os cultos a outros deuses. Ali, milhares de deuses eram cultuados, mas Javé, o verdadeiro DEUS, não era cultuado.
Quando Ninrode morre, sua mulher, Semirames, declarou que Ninrode era o deus sol e seu filho Tamus era a reencarnação de Ninrode, ou seja, Tamus era o deus sol encarnado.


Voltando para os dias de hoje, antes do carnaval é feita uma eleição, e é escolhido um homem, que é coroado rei, para reinar e comandar os dias da festa, que é chamado rei Momo, que nada mais é do que uma representação viva de Satanás. Pode-se afirmar que o carnaval de hoje é a mesma festa que acontecia no passado, com algumas mudanças estratégicas feitas por Satanás, já que nos dias de hoje não seria aceitável o sacrifício do representante Momo, Satanás troca essa vida (o sacrifício do rei Momo) pela vida de todos os que são brutalmente assassinados no período do carnaval.

Mas o pior de tudo vem agora, pois após ser coroado, essa representação da entidade maligna, Momo, Baco, Dionísio, Saturno, deus sol (Ninrode, Tamus), recebe das mãos do prefeito da Cidade ou da autoridade máxima daquela localidade, Estado ou País, as chaves “da cidade” e este ato de entrega das chaves, no mundo espiritual tem uma repercussão devastadora, pois chave na Bíblia significa poder, autoridade, domínio, ligar, desligar e abrir e fechar. Isaias 22:22, Apocalipse, 1:18, 3:7, 9:1 e 20:1. Mateus, 16:19 “Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céu; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus”.

Assim, Satanás e sua legião de demônios literalmente passam a reinar no carnaval ao receber as chaves da cidade através de Momo e ligam espiritualmente os foliões ao inferno. Satanás é tão astuto que traz para todas as culturas e povos um modo de ser adorado, e ainda mais, faz com que ações sejam tomadas para afirmar sua posse sobre a terra (Mt. 4:8 e 9).

Por fim, em Mateus 4:10-11 está escrito: “Então Jesus o ordenou : Retira-te, Satanás, porque está escrito: ao SENHOR, teu Deus, adorarás, e só a ELE darás culto. Com isto o deixou o diabo, e eis que vieram anjos e o serviram”.

Enfim, trago essa reflexão, para que nós, cristãos, pensemos coerentemente antes fazer parte desse festejo, pois há muitos que curtem o carnaval hoje em dia e até acham que o carnaval é bom, porém eles não têm consciência da armadilha maléfica que estão sendo induzidos a participar.
Fonte: http://www.canaldagraca.com/artigo_57.htm


A ORIGEM PAGÃ DO CARNAVAL

O carnaval, para surpresa de muitos, é um fenômeno social anterior a era cristã. Assim como atualmente ela é uma tradição vivenciada em vários países, na antiguidade, o carnaval também era uma prática em várias civilizações. No Egito, na Grécia e em Roma, as pessoas das diversas classes sociais se reuniam em praça pública com máscaras e enfeites para desfilarem, beberem vinho, dançarem, cantarem e se entregarem as mais diversas libertinagens.

Há estudiosos que defendem que estas celebrações, festas ou cultos, tiveram a sua origem na Grécia, entre os anos 605 e 527 a.C., com cultos a deuses da agricultura, e cuja finalidade era terem boas colheitas.
Outros, acham que se iniciou, muito mais cedo, no Egipto, em homenagem à deusa Ísis e ao Touro Apis. Noutros registos, encontramos, na Pérsia, festas da deusa da Fecundidade Naita e de Mira, deus dos Pastores; na Fenícia, Festa da deusa da Fecundidade Astarteia; em Creta, festa da Grande Mãe, deusa protectora da terra e da fertilidade, representada por uma pomba; na Babilónia, as Sáceas, festas que duravam cinco dias e eram marcadas pela licença sexual e pela inversão dos papéis entre servos e senhores, e pela eleição de um escravo rei que era sacrificado no final da celebração.

Outros alvitram que poderá ter sido na Roma Antiga, em honra dos deuses Baco e Saturno. Vamos então encontrar o Carnaval associado às Bacanais ou Grandes Dionisíacas (festa da terra, do vinho e das florestas), efectuadas em Roma e na Grécia em louvor de Baco ou Dioniso (com a prova do vinho novo), que decorriam nos três meses de Inverno, celebradas, principalmente, pelos camponeses, que se apresentavam mascarados durante as festividades.

O Carnaval Pagão começa quando Pisistráto oficializa o culto a Dioniso na Grécia, no século VII a.C. e termina quando a Igreja adota, oficialmente, o carnaval em 590 d.C. Será que termina?

A única diferença entre o carnaval da antiguidade para o moderno é que, no primeiro, as pessoas participavam das festas mais conscientes de que estavam adorando aos deuses. O carnaval era uma prática religiosa ligada à fertilidade do solo. Era uma espécie de culto agrário em que os foliões comemoravam a boa colheita, o retorno da primavera e a benevolência dos deuses. No Egito, os rituais eram oferecidos ao deus Osíris, por ocasião do recuo das águas do rio Nilo. Na Grécia, Dionísio, deus do vinho e da loucura, era o centro de toda as homenagens, ao lado de Momo, deus da zombaria. Em Roma, várias entidades mitológicas eram adoradas a começar por Júpiter, deus da urgia, até Saturno e Baco.

A festa em louvor a Dioniso se desdobrava em quatro celebrações, em Atenas: as Dionísias Rurais, as Leneias, as Dionísias Urbanas ou Grandes Dionisias e as Antestérias, se estendendo de dezembro à março.

Estas festas que tiveram grande desenvolvimento no século VI a.C. acabaram por gerar o que se pode chamar “bagunça Dionisíaca”, por isso foram fortemente reprimidas no século V a.C., no auge do desenvolvimento artístico cultural da Grécia (governo de Péricles – 443 – 429 a.C.) quando a cidade foi embelezada por monumentos como Partenon espalhando seu brilho por todo Mediterrâneo.

O século V a.C. foi o grande período da Grécia Clássica. Entretanto a influência política e cultural somente atingiu seu esplendor no século IV quando Alexandre, o Grande, expandiu as conquistas gregas formando colônia em lugares afastados como o leste do Afeganistão e as fronteiras da Índia. É a chamada época Helenista. Nessa ocasião foi introduzida na Grécia o culto a Isis
Em 370 a.C., quando Atenas perde a hegemonia da arte já se pode sentir a penetração do culto a Dioniso em Roma.

As bacchantes, sacerdotisas que celebravam os mistérios do culto a Dioniso, nesse tempo mais conhecido como Baco (é com o nome de Baco que Dioniso entrou em Roma, daí alguns estudiosos afirmarem a origem italiana da palavra), ao invadirem as ruas de Roma, dançando, soltando gritos estridentes e atraindo adeptos em número crescente, causaram tais desordens e escândalos que o Senado Romano proibiu as Bacanais, em 186 a.C..

Na Roma antiga, o mais belo soldado era designado para representar o deus Momo no carnaval, ocasião em que era coroado rei. Durante os três dias da festividade, o soldado era tratado como a mais alta autoridade local, sendo o anfitrião de toda a orgia. Encerrada as comemorações, o “Rei Momo” era sacrificado no altar de Saturno. Posteriormente, passou-se a escolher o homem mais obeso da cidade, para servir de símbolo da fartura, do excesso e da extravagância.

Com a supremacia do cristianismo a partir do século IV de nossa era, várias tradições pagãs foram combatidas. No entanto, a adesão em massa de não-convertidos ao cristianismo, dificultou a repressão completa. A Igreja foi forçada a consentir com a prática de certos costumes pagãos, muitos dos quais, cristianizados para que se evitasse maiores transtornos. O carnaval acabou sendo permitido, o que serviu como “válvula de escape”, diante das exigências que eram impostas aos medievos no período da Quaresma.

Com o cristianismo, a Igreja Católica transformou alguns desses rituais pagãos em homenagens aos santos, conferindo-lhes um carácter sagrado de acordo com os princípios cristãos. Vários elementos das antigas festas pagãs, porém, foram preservados.
Na Quaresma, todos os cristãos eram convocados a penitências e à abstinência de carne por 40 dias, da quarta-feira de cinza até as vésperas da páscoa. Para compensar esse período de suplício, a Igreja fez “vistas grossas” às três noites de carnaval. Na ocasião, os medievos aproveitavam para se esbaldar em comidas, festas, bebidas e prostituições, como na antiguidade.

Na Idade Média, o carnaval passou a ser chamado de “Festa dos Loucos”, pois o folião perdia completamente sua identidade cristã e se apegava aos costumes pagãos. Na “Festa dos Loucos”, tudo passava a ser permitido, todos os constrangimentos sociais e religiosos eram abolidos. Disfarçados com fantasias que preservavam o anonimato, os “cristãos não-convertidos” se entregavam a várias licenciosidades, que eram, geralmente, associadas à veneração aos deuses pagãos.

Etimologicamente falando, a origem da palavra "Carnaval" também tem várias versões. Uns acham que deriva de "carne vale" (adeus carne), enquanto outros justificam que se trata do início do período Quaresmal, época esta espiritual, de privação da carne na alimentação. E há ainda diversas outras interpretações.

O carnaval na Idade Média foi objeto de estudo de um dos maiores pensadores do século XX, o marxista russo Bakhtin. Em seu livro Cultura Popular na Idade Média e no Renascimento, Bakhtin observa que no carnaval medieval – “o mundo parecia ficar de cabeça para baixo”. Vivia-se uma vida ao contrário. Era um período em que a vida das pessoas tornava-se visivelmente ambígua, pois a vida oficial – religiosa, cristã, casta, disciplinada, reservada, etc. – amalgamava-se com a vida não-oficial – a pagã e libertina. O sagrado que regulamentava a vida das pessoas era profanado e as pessoas passavam a ver o mundo numa perspectiva carnavalesca, ou seja, liberada dos medos e das pressões religiosas.

Com a chegada da Idade Moderna, a “Festa dos Loucos” se espalhou pelo mundo afora, chegando ao Brasil, ao que tudo indica, no início do século XVII. Trazido pelos portugueses, o ENTRUDO – nome dado ao carnaval no Brasil – se transformaria na maior manifestação popular do mundo e por tabela, numa das maiores adorações aos deuses pagãos do planeta.

Quem disse que o Paganismo não existe mais?

Alguns anos após os descobrimentos, os Portugueses, levaram para o Brasil o festejo do Carnaval.
Nos dias de hoje, é decerto um dos países onde se comemora mais freneticamente esta festa, pelo impulso que deram com a introdução dos seus ritmos sambistas e africanos. E também pelo calor das gentes, pela mistura de raças e dos seus ritmos.
Em África, os rituais que sobressaíam eram e são, entre outros, a dança à volta de fogueiras e as pinturas (máscaras improvisadas) no rosto e corpo.
Cada país onde se celebra o Carnaval festeja-o de maneira diferente, dando o seu cunho próprio com a manifestação das suas tendências culturais.

A partir de 1545, o Carnaval é reconhecido como uma festa popular.Foram estabelecidas posteriormente, pelo Papa Gregório XIII, as datas desta comemoração; nunca poderia coincidir com o festejo da Páscoa Católica. De acordo com um cálculo baseado no equinócio da Primavera, o Carnaval deveria ser celebrado sempre no 7ª domingo que antecede o domingo de Páscoa (Católica).
E assim, até aos dias de hoje, o Carnaval continua a ser comemorado um pouco por todo o mundo, seguramente por significar "alegria" mesclada com um sabor de "anarquia", em contraste com um quotidiano cada vez mais cinzento, previsível e desprovido de encanto.

Depois do Egipto, o primeiro, do segundo na Grécia e Roma Antigas e do terceiro, no Renascimento Europeu, particularmente em Veneza, o Carnaval encontra no Rio de Janeiro o seu quarto centro de excelência resgatando o espírito de Baco e Dionisus, segundo a tese de Hiram Araújo - estudioso do Carnaval e do samba - ao contar uma história que completa o seu sexto milénio e que acompanha a própria história da humanidade. A história do Carnaval, considerando os seus Centros de Excelência, está dividida em quatro períodos:
O Originário, (4.000 anos a.C. ao século VII a.C.),
O Pagão, (do século VII a.C. ao século VI d.C.),
O Cristão (do século VI d.C. ao século XVIII d.C.)
O Contemporâneo (do século XVIII d.C. ao século XX).

E mesmo sendo uma festa associada a adoração á deuses pagãos e libertinagem, infelizmente hoje no Brasil, milhares celebram esta festa.
Fonte: http://exegeseoriginal.blogspot.com.br/2012/02/origem-paga-do-carnaval.html